R. Italia, 408 - Jardim Ribeiro Valinhos - SP
(19) 3871-1644

Bebês no espaço de trabalho: mamães mais tranquilas e mais rendimento às empresas

A chegada de um bebê é um momento especial para todas as famílias. Por nove meses, todos esperaram pela vinda daquele que traria muito amor e aprendizado ao lar.

Por outro lado, o nascimento de um filho traz uma grande preocupação às mães, especialmente às mães-solo (aquelas que criarão seus filhos sozinha, sem apoio de um companheiro): como equilibrar a maternidade com a vida profissional?Terei que deixar meu emprego? Terei que encontrar alguém para cuidar dele em minha ausência?

A saída do mercado de trabalho após o nascimento de um bebê infelizmente é a realidade de muitas profissionais, uma vez que não há espaço para os pequenos dentro da empresa. Felizmente, de alguns anos para cá, algumas delas (especialmente as de grande porte) têm pensado mais nas mamães e modificado suas políticas para incluir os bebês dentro do ambiente de trabalho.

O processo é lento, mas esperançoso. A inserção da mulher no mercado de trabalho e o lamentável crescimento do abandono parental são dois fatores que incentivaram as empresas a buscar soluções para a demanda materna de suas funcionárias, o que só traz benefícios à ambas as partes.

As mães trabalham mais tranquilas sabendo que o filho está por perto e sendo cuidado ali mesmo, no escritório. Os bebês, por sua vez, acabam passando mais tempo com suas mães, o que traz muitos benefícios ao seu desenvolvimento em diversos níveis e fortalecendo o vínculo materno. A empresa também é recompensada pelo cuidado: retenção de bons funcionários, confiança e lealdade por parte das equipes é o que costuma acontecer.

O que as empresas podem fazer pelas mamães?

Já entendemos que desenvolver políticas que acolham as mamães é uma ótima alternativa para as empresas. Mas quais são as possíveis mudanças que estas podem implantar em benefício a elas? Vamos citar alguns exemplos:

Creches dentro do espaço de trabalho

Empresas como a Avon e a Natura, que têm profissionais essencialmente mulheres, chegaram a uma solução incrível para a questão: implantaram creches e berçários dentro das empresas, onde os filhos de suas funcionárias podem ficar durante todo o expediente de suas mães.

O cantinho das crianças conta com nutricionistas, cuidadoras e de um extenso trabalho pedagógico para estimular a capacidade cognitiva dos pequenos – as mamães, aliás, podem visita-los a hora que quiserem durante seu expediente de trabalho.

Bebês no escritório

Claro que isso demanda orçamento e, se a mamãe não trabalha numa empresa tão grande, dificilmente gozará desse benefício. Uma alternativa neste caso é a empresa permitir que as funcionárias levem seus filhos ao trabalho, mantendo-os por perto e cuidando-os quando necessário.

Como dissemos no início do texto, as mudanças caminham lentamente. Muitas empresas infelizmente ainda não possuem essa mentalidade, o que obriga as mulheres a buscarem recursos como creches (caras, na maioria das vezes) ou deixar seus filhos com parentes.
O futuro, entretanto, é promissor e a tendência é que cada vez mais pensemos em logísticas que beneficiem as mamães, de primeira viagem ou não.

Etiquetas: ,

Horários de Funcionamento

Segunda - Sexta: 06:00 - 22:00
Sábado: 08:00 - 13:00

R. Italia, 408 - Jardim Ribeiro
Valinhos - SP, 13270-180
(19) 3871-1644